Instituto Piaget

Visão e Estratégia

O Instituto Piaget tem consolidado, ao longo de quase 40 anos, o ensino superior, a investigação e as áreas de intervenção nas comunidades onde tem os seus campi, através das suas Escolas e Institutos, numa perspetiva abrangente e plural, onde se privilegia a criatividade, a inovação e a responsabilidade, norteando toda a sua atividade pelo respeito pelos valores humanos fundamentais e pela sua inclusão na formação pessoal e intelectual de cada diplomado.

O projeto do Instituto Piaget não se confina a Portugal, estendendo a sua atividade além-fronteiras. É uma instituição com uma crescente dimensão internacional, própria ou resultante de parcerias, economicamente sustentável, empreendedora e aberta a novas oportunidades, claras e consistentes no quadro dos seus princípios constitutivos. Desde 1999 que está presente nos países lusófonos, estando atualmente em Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau e Moçambique.

Sempre atento aos problemas das comunidades envolventes nos seus polos de atuação, delineia medidas de intervenção que propõe por si ou em associação com instituições da sociedade civil, criando outras entidades — por sua iniciativa — para agilizar as suas ações e estabelecer pontes entre o Instituto Piaget e a comunidade, através dos projetos associados como a APDES (Agência Piaget para o Desenvolvimento), o Piaget Saúde, o Piaget Formação e Consultoria, a Nuclisol Jean Piaget, o Piaget Alimentar, a Litoalentejo, as Edições Piaget.

Visão

Contribuir para o desenvolvimento humano e social através da criação e consolidação de Unidades que implementam projetos de educação, de investigação e de intervenção comunitária, assentes na liberdade científica, pedagógica e criativa, na proximidade, nos valores humanos fundamentais e no trabalho em rede.

Eixos estratégicos

I. Eixo da Formação

Ser desde logo referência sólida em todos os projetos educativos, consolidar a oferta formativa existente e alargar a oferta formativa graduada, pré e pós-graduada, bem como intensificar a aposta na formação contínua e profissional. Tal passará também pela apresentação de novos cursos à A3ES e à DGES.

Neste âmbito pretende gerar parcerias estratégicas e protocolos de colaboração, catapultar o intercâmbio de docentes entre os estabelecimentos da rede Piaget, mas também com outras instituições, incrementar a mobilidade de estudantes internacionais, dos países da CPLP e da Europa.

Objetivo central

Reforço dos projetos educativos de cada instituição e de cada Campus através de:

II. Eixo da Intervenção/Extensão

Impulsionar e aumentar as ações/projetos dos Campi neste âmbito, com parcerias úteis na sua área de ação, de vertente social e económica, que contribuam não só de forma simbiótica para o serviço à comunidade, mas também como plataforma de aprendizagem, difusão e prática de conhecimento e ainda como forma de captação de receitas em áreas afins.

Objetivo Central

Aumento dos projetos de intervenção/extensão através de parcerias no contexto social e económico direto de cada Campus e entre Campus.

III. Eixo da Investigação

Reforçar a consciência da dinâmica da investigação, enquanto propulsora do conhecimento e de competência científica. Neste âmbito, incrementar o número de projetos de investigação nas áreas científicas das Instituições de Ensino Superior, promover a criação de equipas multidisciplinares entre Campi e a participação em equipas e projetos de abrangência internacional.

Pretende-se também promover a produção de artigos e a participação em congressos, de reconhecida mais-valia para a projeção individual e institucional.

Objetivo Central

Incremento dos projetos de investigação e da produção científica nas principais áreas científicas dos cursos, com enfâse para as parcerias entre Campus, nomeadamente através da sua unidade de investigação – RECI.

IV. Eixo da Qualidade

Neste âmbito prevê-se consolidar e alargar a aplicação do Sistema Interno da Garantia da Qualidade, com a atualização progressiva do Manual da Qualidade e a aplicação a breve trecho dos diversos subsistemas de avaliação, medição e respetiva divulgação de resultados.

Objetivo Central

Alargar a aplicação do Sistema Interno da Garantia da Qualidade.

V. Eixo dos Recursos

Visa a gestão sustentada dos recursos físicos e humanos, a sua melhoria e estabilização.

Neste âmbito terá destaque: a implementação dos Estatutos da Carreira Docente, a atualização do parque informático o aumento dos recursos bibliográficos e o alargamento de acesso da rede VPN a docentes e alunos.

Estão também previstas algumas obras de melhorias dos edifícios e a atualização de material de laboratório, bem como a alienação de algum património redundante em relação ao core business institucional.

Objetivo Central

Melhoria das Infraestruturas e estabilização do corpo docente e não docente.

VI. Eixo da Internacionalização

Reforçar a presença do Instituto Piaget a nível internacional e reforçar a dinamização de parcerias e intercâmbios a nível de ensino e investigação, quer entre os parceiros do grupo, quer com outras entidades internacionais.

Neste âmbito julga-se ser uma mais-valia a partilha de professores, a organização de seminários conjuntos online e por videoconferência; o desenvolvimento de ofertas de ensino de dupla certificação, a aposta na mobilidade de estudantes, em articulação com o Gabinete de Relações Internacionais, o recrutamento de estudantes para continuação de estudos em áreas afins que não constituam concorrência direta; a construção de publicações e projetos de investigação em parceria e a partilha de know-how tecnológico; a divulgação digital das informações que facilite a acessibilidade global.

Também aqui será crucial a aposta que a instituição terá de fazer no desenvolvimento de plataformas e meios que fomentem a proficiência das línguas portuguesa e inglesa.

Objetivo Central

Aumentar o reconhecimento da instituição ao nível internacional e as parcerias e intercâmbios, com os parceiros do grupo e com outras entidades internacionais

VII. Eixo da Responsabilidade Social

Consolidação da área da coresponsabilidade para o desenvolvimento social, humano, ecológico das sociedades como parte da afirmação da estratégia da instituição. Procurar-se-á implementar e promover um conjunto de iniciativas e boas práticas, num espírito preocupado, responsável e participativo, para o qual será criado o Gabinete de Responsabilidade Social.

Objetivo Central

Organizar e aumentar as iniciativas e boas práticas na área da responsabilidade social, num espírito preocupado, responsável e participativo, crucial na afirmação da estratégia da instituição.

Plano estratégico